29/04/2014

Leitores - Grupos LGBTs

Olá Meus Queridos Nerds =^.^= Estou aqui com mais um e-mail dos leitores do Estranho. Desta vez o e-mail é da Sarah Michele (dois nomes lindinhos). Bom, antes de mais nada, para quem não sabe LGBT é uma sigla: L de Lésbicas, G de Gays,  B de Bissexuais e T de Travestis, Transexuais e Transgêneros, ou seja, uma sigla para identificar todas as orientações sexuais e identidades de gênero. Para entender mais veja o modelo do Caio Alves, logo abaixo, que explica de maneira bem simples sobre o assunto:
http://1.bp.blogspot.com/-tcpRdTmFXJs/U0m0YMdCA0I/AAAAAAAAU_Q/9FVUdqd12z8/s1600/IOB.png

Agora que sabemos mais sobre o assunto da postagem, vamos ao e-mail da Sarah Michele:
http://4.bp.blogspot.com/-pulWjXdftz4/U91PZ_xCDMI/AAAAAAAAV5c/nr2nw5Cf-fs/s1600/LGBT.png
 Nanda: Acho legal. Nos dias de hoje é até difícil encontrar alguém que ainda não aceita esses grupos, claro que em um ambiente escolar deve ser difícil, pois, infelizmente algumas pessoas não possuem uma coisa chamada "noção" e saem por ai falando as coisas mais absurdas do mundo. Eu respeito, não acho errado (até porque os únicos que ainda acham isso errado são alguns religiosos, que ainda seguem a bíblia como se fosse a única verdade do mundo...), respeito muito, e os trato normalmente, como deve ser. Acredito que uma das maneiras para que o Brasil se torne um país digno, é aceitando sua população do jeito que ela é, e fazendo o possível para acabar com todos os tipos de preconceitos, só assim seremos um país desenvolvido. Não sei enquanto a vocês, mas sinto raiva de pessoas que ainda descriminam esses grupos, dizendo que são anormais, que não são humanos, que não merecem viver entre nós... ridículo! Os únicos que não merecem viver entre nós são pessoas que possuem esse tipo de pensamento. Só isso.
Dora: Não acho nada. Sou indiferente ao assunto, acho que cada um tem sua vida e ninguém deve julgar... É algo diferente, mas já se tornou comum hoje em dia, cabe a cada um de nós respeitar a opção sexual dos demais habitantes desse maravilhoso mundo (kkkkkk não tão maravilhoso assim).  Acho esse tipo de preconceito um nojo! As pessoas são um nojo! Infelizmente isso não muda, mas nós podemos ignorá-los, e todos saíram ganhando. Também não sou, mas respeito muito quem é, afinal, opção sexual não é importante, o que importa é o caráter! 
Lígia: Eu não tomo posição alguma, até porque eles nem deveriam estar lutando por direitos, eles já tem direitos. Eles são como eu e você, se olham no espelho e se veem como realmente são. Eles tem o direito de amar e chorar como eu e você. Minha família, principalmente por parte de mãe, é muito tradicional, mas o meu pai sempre me disse: Algumas conchas de umas ostras são bonitas e outras são feias, mas, quando você olha o interior de uma ostra, encontramos pérolas em seres que são exatamente iguais por dentro. O corpo é como a concha, mas a essência é como a pérola no interior da ostra. O que meu pai quis dizer com essa frase estranha? Simples, meu amigo. Somos diferentes por fora, mas por dentro somos iguais. Tolo não é aquele que não enxerga, é aquele que não quer enxergar ^------------------------------^
Mel: Eu acho legal eles lutarem por igualdade, contra a discriminação, assim como outros movimentos sociais o fazem. O preconceito não está com nada.  Eu cresci em uma família um tanto tradicional, com valores que muitas vezes já questionei, sobre os gays, sobre os relacionamentos, sobre o machismo etc, etc (inclusive já ouvi na igreja coisas que discordei muito) ,mas talvez eu nasci com um pensamento um pouquinho preconceituoso, tenho de admitir. A convivência com pessoas diferentes (orientações sexuais, religiões, opiniões diferentes) me fez adquirir mais  conhecimento e menos preconceito, não que eu conheci muitas pessoas na minha vida porque tenho apenas 16, mas conheci gente diferente sim. Tem gente que tem um pensamento chamado de "heteronormalidade", em que acha que só ser hétero é normal. O que é ignorância, pois a sexualidade (e o amor) se manifesta das mais diversas formas, independente do sexo e do gênero (como vocês viram, tem diferença, sim). Então, a diversidade sexual existe e deve ser respeitada, e os grupos LGBT estão apenas querendo respeito, isso é muito? É isso o que eu penso.
 Bem Meus Queridos Nerds, é isso! Espero que tenham gostado. Qualquer um de vocês podem mandar perguntas para nós (e escolher as postadoras para responde-las). Agora, gostaria de saber o que vocês acham dos grupos LGBTs e o que acham das pessoas que ainda os descriminam. Comentem! Beijinhos.