08/01/2014

Guia de Sobrevivência - Tipos de Máquina

http://4.bp.blogspot.com/-OcB1uno6Nrg/UsYcWZmyT5I/AAAAAAAAUE4/ucexJ9zsXTk/s1600/Banner+M%C3%A1quinas.png
Olá Meus Queridos Nerds =^.^=
Continuando com o Quadro "Guia de Sobrevivência" do Guia de Sobrevivência para Situações Improváveis, hoje irei postar os tipos de Máquina que você poderá encontrar em uma "Revolta das Máquinas". Você já pensou, em como seria se o mundo fosse dominado pelas Máquinas? O que você faria? Como sobreviver? Vou postar como se defender dessas máquinas, que armas usar em cada uma delas, e mais curiosidades improváveis... Sem mais enrolação, vamos aos Tipos de Máquina. Vejam:

Tipos de Máquina:
http://1.bp.blogspot.com/-m56GircXur0/Us2iei_MiwI/AAAAAAAAUJ4/OsudBY5rC20/s1600/M%C3%A1quina+Post.png
Mente: Presentes em vários tipos de veículos, as "mentes" são na verdade computadores de bordo. Criadas para manter um controle preciso de todo o veículo, essas máquinas não têm poder de ataque. Ainda sim, elas podem colocar o sobrevivente em risco ao servir como rastreadores para rede robótica, tomar a direção de seu condutor ou desligar por completo e prendê-lo em um verdadeira jaula. As "mentes" podem ser controladas por alguma inteligência artificial para qualquer finalidade ameaçadora e podem estar presentes também em armas militares como jatos de combate, helicópteros e tanques de guerra, compondo um exército robótico ainda mais completo. Facilidades: Não utilizar veículos modernos e manter-se longe ao seguir por rotas de aquisição de recursos ou fuga, elimina a ameaça inteiramente. Veículos antigos não possuem computadores a bordo, estando livres das "mentes". A utilização de caminhos subterrâneos evita a exposição a qualquer risco. Perigos: Estão por todo lado, o que pode tornar a tarefa de criar rotas que as evitem uma tarefa complicada. Não há muita defesa ou mesmo contra-ataque que esteja ao alcance da mão contra veículos militares de combate controlados remotamente através das "mentes". Armas Recomendadas: Não é recomendável destruir os computadores de bordo de todos os veículos pelo caminho. Mas ao ser pego em um automóvel remotamente controlado, o sobrevivente pode utilizar o taser na caixa de fusíveis do veículo (geralmente ao lado ou sob o volante) para causar uma descarga elétrica que o incapacite ao menos temporariamente.
Espião: O "espião" é qualquer dispositivo de monitoramento. Podem ser câmeras de segurança fixas ou aparatos móveis como os presentes em celulares, notebooks, tablets e diversos outros. Sua função é basicamente espionar os sobreviventes e denunciar à rede suas posições. Existem drones (dispositivos não tripulados geralmente aéreos)mais simples, desenhados pela engenharia bélica, para cumprir exclusivamente a função de "vigiar" alvos sem serem detectados. Atualmente, esse tipo de máquina pode ser adquirido facilmente mesmo por civis. Facilidades: Não oferecem ameaça direta à integridade física do sobrevivente, justamente por não portarem armas ou dispositivos de ataque. Não são exatamente resistentes, podendo ser facilmente destruídos. Perigos: Estão por todo lado e seus tamanhos reduzidos podem fazer com que sejam difíceis de encontrar. Não é necessário mais do que um "espião" para entregar a posição de todo um grupo de sobreviventes e colocar suas vidas em risco. É importante ser certeiro ao tentar destruir um desses aparatos, pois, mesmo que não tenha visualização do alvo, o "espião" alertará a rede caso seja danificado e não completamente destruído. Armas Recomendadas: Bestas e arcos são ótimos para a tarefa de destruir silenciosamente. Rifles de precisão também são escolhas ainda melhores por reduzirem praticamente a zero chances de um disparo não destrui-lo.
Operários: Os "operários" são basicamente qualquer tipo de máquina de trabalho. Estão presentes em fábricas, canteiros de obras e outros ambientes semelhantes, próprios à grandes cidades. Por serem construídas exclusivamente para substituir a mão de obra humana ou permitir a execução de tarefas que exijam força, elas não possuem poder de fogo. Porém, sua força e resistência descomunais, as transformam em grandes ameaças. De toda forma, raramente serão vistas fora do ambiente urbano altamente desenvolvido - portanto, são fáceis de serem evitadas. Facilidades: São grandes e lentas, se tornando alvos fáceis. Pouquíssimos modelos funcionam sem conexão física com um dispositivo de controle, o que faz com que essas máquinas não se afastem muito de seus ambientes de origem. Perigos: Sua força e resistência tornam-nas extremamente letais à curta distância. Poucas armas são capazes de parar "operários". Armas Recomendadas: Armas de fogos de grande poder destrutivo como escopetas calibre 12. Mas a abordagem mais eficaz, é a utilização de explosivos. Quando encurralado por uma dessas ameaças, o sobrevivente pode utilizar o taser para tentar causar uma sobrecarga que o incapacite.
Ciborgues: Os "ciborgues" são humanos portadores de aparatos tecnológicos incorporados a seus corpos que passaram a ser controlados pela rede de inteligência artificial revoltosa. A ameaça dos ciborgues pode ser maior ou menor de acordo com os apêndices aplicados aos corpos humanos. Visão, audição, velocidade e força superiores, são alguns dos aspectos comuns aos híbridos, mas é possível ainda a incorporação de alguns aparatos bélicos às suas estruturas. O maior risco está na dificuldade de diferenciar híbridos de humanos comuns e de descobrir quais modificações o ciborgue possui. Facilidades: A maioria deles pode ser parada destruindo a apêndice robótico que liga à rede tecnológica insurgente. Possuem estrutura corporal semelhante à dos humanos comuns, salvo pelas modificações, tendo vulnerabilidades semelhantes. Perigos: Podem estar por todos os lados. A identificação dos aparatos robóticos presentes em seus corpos pode demandar tempo, expondo o sobrevivente a riscos incalculáveis. Armas Recomendadas: Qualquer tipo de arma de fogo funciona bem. Armas brancas também podem funcionar desde que a área do corpo atacada não seja robótica. Geralmente composta por resistente liga metálica, essas regiões devem ser alvo de armas de fogo como escopetas e rifles de assalto.
Androides: Os "androides" são robôs com aparência humana. A produção desses modelos foi iniciada para uso doméstico como substitutos para tarefas rotineiras ou algumas que exigissem maior esforço ou oferecessem algo de risco. Essa linha não possui armas anexas à sua composição corporal. Ainda assim, sua semelhança a um ser humano e sua apurada inteligência artificial fazem dele uma grave ameaça, tendo em vista que pode tentar infiltrar-se em grupos de sobreviventes. Da mesma forma, seu corpo metálico é extremamente resistente e sua força várias vezes superior à de homem, fazendo dos androides domésticos um inimigo letal em combate corporal. Androides construídos exclusivamente para uso militar, oferecem uma ameaça mais completa não só por possuir uma composição que integra alto poderio bélico, mas por sua programação com estratégias de combate e de extração sofisticadas. Facilidades: Por não ter armas em sua composição, o androide doméstico pode ser facilmente destruído por armas de calibre menor, desde que abordados de forma correta. Perigos: Pode ser muito difícil identificar um androide sem se aproximar demais - e isso pode ser fatal, já que a força dessa máquina supera facilmente a do ser humano de músculos mais desenvolvidos. O mesmo vale para a diferenciação entre modelos domésticos e de combate. Justamente por serem tão fortes, androides podem destruir obstáculos como cercas e paredes com facilidade, dificultando a fuga. Os androides de combate são ameaças formidáveis e devem ser abordados com uma estratégia definida que contemple o uso de armas de grosso calibre e explosivos. Armas Recomendadas: Armas de fogo de calibres variados. Destruir olhos e articulações é a melhor forma de atacar um androide. Em momentos de desespero, o taser pode funcionar, mas a velocidade de movimentos dessas máquinas pode tornar essa tarefa arriscada demais. Explosivos podem ser a melhor opção dado seus poder destrutivo, pois poderão destruir o androide.
 PS: Como o post é sobre a Revolta das Máquinas, resolvi colocar a imagem no meu Notebook. Já que eu não tenho nenhuma figura de ação de robôs e nem do Robocop gay... Mas até que ficou legal. Tirando o Lion-O...
http://1.bp.blogspot.com/-Mdk48emLLRw/UuhOF4gf9uI/AAAAAAAAUmc/5bz2tE9oDj4/s1600/oemdn.png

Bem Meus Queridos Nerds, é isso! Espero que tenham gostado.
Podem me perguntar sobre o Guia, se eu souber responder irei.
Beijinhos *----------------------------------------------------------*