14/11/2012

Refrigerante Origens: Fanta

Olá espíritos, deuses, semideuses, monstros, magos e quem mais estiver ai com a gente.
Novamente vamos falar de um dos maiores vícios da humanidade, mas dessa vez vamos falar da Fanta - (coro angelical para aqueles que amam) OOOOOOOOOOOOHHHHHHHHHHHHHHHH!!! - (para aqueles que não gostam) HÁ NÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!! - anão é um homem bem pequenininho.

Qual é gente (os que não gostam) da uma chance para Fanta. O que a pobrezinha fez para merecer isso? E além o mais, para quem não sabe, a Fanta é produzia pelas industrias Coke, a mesma que faz a Coca-Cola, então pensem duas vezes antes de regeitá-la. Mas se você tiver que escolher entre uma Coca-Cola e uma Fanta, escolha a Coca, nem pergunte, escolha a Coca.
Voltando ao assunto principal. A marca de refrigerantes Fanta tem sua origem na Alemanha Nazista no ano de 1941. Naquela época, devido a guerra que impedia a entrada de produtos naquele país, impossibilitou que a fábrica da Coca-Cola continuasse operando devido a falta dos concentrados base para a fabricação de refrigerantes. Nessa ocasião, Max Keith (nominho de mulher), chefe de operações da Coca-Cola alemã, permitiu a criação de um novo produto, na tentativa de evitar a suspensão das atividades da fábrica, nascendo assim, uma bebida que foi comercializada exclusivamente no mercado alemão durante a Segunda Guerra Mundial. Eles ficaram é com invejinha dos americanos que bebiam Coca-Cola, eu também ficaria.

O produto, por sua vez mudava de acordo com a natureza dos ingredientes que estavam disponíveis no país "falido", como as sobras da fabricação de fibra de maçã ou, até mesmo o subproduto da confecção de queijo, em outras palavras, quem não tem cão, caça com gato, e quem não tem nenhum dos dois, se vira mano. O primeiro sabor com a marca Fanta foi o de malte (não me pergunte que grude é esse que eu não sei), já o sabor laranja, que é o mais conhecido e distribuído mundialmente, foi lançado somente em 1955 pela Coca-Cola italiana e, no princípio, as versões do refrigerante vinham adoçados com sacarina, é açúcar tá, passando posteriormente para o açúcar de beterraba, por isso o gosto estranho.
Foi a partir de um concurso que surgiu o nome Fanta, que foi realizado entre os funcionários da fábrica alemã coordenada por Max Keith (esse bicho de novo), que solicitou aos mesmos para usarem a “imaginação" (Phantasie em alemão). Ao ouvir isso, o vendedor veterano Joe Knipp imediatamente deixou escapar “Fanta” que passou a ser adotado como marca. A marca tem como principal característica a variação de sua linha (laranja, uva, limão, abacaxi, morango...), que se modifica de acordo com a cultura e os hábitos de cada um dos países em que atua. As vezes fico imaginando o que eles bebem na Índia...
Quem poderia Phantasie, né?

Créditos de texto e imagem a Wikipédia.

Bjs.