11/09/2012

A Verdadeira Bruxa

Olá espirítos, deuses, semideuses, monstros, magos e quem mais estiver ai com a gente.
Quem nunca ouviu falar em bruxas? Elas tem até o seu próprio dia! Mas, o que seria uma bruxa? Talvez a Madrasta da Branca de Neve, ou aquelas figuras que vemos voando na frente da lua em plenas noites de Hallowin, ou até mesmo a famosa Bellatrix Lestrange. Eu creio que não, atualmente bruxas não possuem uma identidade ficsa, muitos as imaginam feias...
Outros as imaginam voando em vassouras...
Outros só conseguem pensar mesmo na Bellatrix Lestrange...
E poucos, as imaginam como realmente devem ser, lindas.
(A Dora ia me degolar se eu não pegasse a imagem de uma bruxa rasuravelmente bonita)
Uma bruxa é geralmente retratada no imaginário popular como uma mulher velha, nariguda e encarquilhada, exímia e contumaz manipuladora de Magia Negra e dotada de uma gargalhada terrível. Na verdade, as bruxas eram lindas mulheres, atraentes, sábias detentoras de conhecimentos sobre a natureza e, possivelmente, magia. Dominavam o uso medicinal das plantas. Eram enfim, verdadeiras cientistas, sendo que à época de sua existência, não havia divisão entre a ciência e a fé. Eram uma coisa só.
As bruxas foram implacavelmente caçadas durante a inquisição na Idade Média. Um dos métodos usados pelos inquisidores para identificar uma bruxa nos julgamentos do Santo Ofício consistia na comparação do peso da com o peso de uma Bíblia gigante. Aquelas que fossem mais leves eram consideradas bruxas, pois dizia-se que as bruxas adquiriam uma leveza sobrenatural. Exite um livro chamado Malleus Maleficarum, esse manuscrito encinava como identificar, julgar e condenar uma bruxa, por causa dele centenas, ou até milhares de mulheres foram condenadas a fogueira. Na época, a sociedade era partriacal, em outras palavras dirigida por homens, ninguém toleraria mulheres independentes, inteligentes, donas de terras e de seus narizes.
Continue lendo


Existem alguns animais que se apresentão como símbolos por possuir dons sobernaturais, poderes ou magias. As bruxas não os sacrificavam nem nada de ruim que vocês normalmente pensam, não, elas aprendiam com eles, todo animal era visto como uma criatura sabia e que estava disposto a passar seu conhecimento a quem estivesse disposto a aprender.
Não se sabe a exata origem das Bruxas, constam relatos de que elas existam desde os primórdios da humanidade, tipo assim, desde o Antigo Egito. Existe uma história que diz que uma bruxa, Makilata Massay, matou sozinha quatrocentos soldados Egípcios apenas com o uso de sua magia.
Durante o século X e XII as bruxas ressurgiram, nesse período realizaram vários processos contra elas, promovidos pelo poder civil. No entanto, tal questão veio assumir um aspecto dramático a partir do século XIV, momento em que a Igreja Católica implantou os tribunais da Inquisição com o intuito de reprimir a prática de magia e outros comportamentos considerados pecaminosos.
Os colonizadores ingleses levaram esse procedimento para a América do Norte, onde, em 1692, ocorreu o famoso processo contra as bruxas de Salém, em Massachusetts. Normalmente, acusavam-se as bruxas velhas, e com menor freqüência as jovens.
A maioria das acusações se referia a atos malefícios contra a vida, a propriedade e a saúde. Também constavam denúncias de pactos com o diabo. Segundo as denúncias, as bruxas montadas em vassouras voavam pelos ares e se reuniam em lugares inabitados para celebrar a satanás e entregar-se a orgias, uma baita mentira isso sim, elas não faziam nada disso, era só o imaginário de mentes ingenuas que insistiam em ser ingenuas.


As bruxas da Idade Média produziam unguento a partir de plantas com propriedades alucinógenas, a "fórmula de voo". Os delírios causados por este, entre eles a sensação de levitação, explica os supostos voos.

O iluminismo do fim do século XVII e do século XVIII, que era caraterizado pelo espírito científico e pelo racionalismo, contribuiu para o fim desse processo de "Caça as Bruxas" e para que não mais se admitisse perseguição judiciária em casos de superstições populares.

Obs: Wiccas é uma religião baseada na bruxaria tradicional (pelo mesmo foi o que eu entendi daqueles mil e um textos que eu li), as Wiccas tem todo o seu poder e espiritualidade com base na natureza, são filhas da nossa amada Mãe Terra, se é que da para dizer isso.

Isso é uma Bruxa de verdade!

Créditos aos blogs e sites: A Autoestima da Mulher, Gato Mistico, Dallia Negra, Wikipédia, Brasil Escola, Bruxa! Bruxa! Bruxa!, HQ Company, Rede Escritores Idempendentes e para a Dora, porque sem a ajuda dela esse post nunca, jamais teria saído do rascunho.

Avisos:

Postarei sobre as Bruxas de Salem e a Bruxa de Blair em breve.
Obrigado pelos desejos de parabéns, ainda não acredito que estou ficando velha.
Valeu pela nova assinatura.  ;P

Bjs.